1509725595914942

27 de jan de 2016

Três Razões para o Marido Amar a Sua Mulher

Por Luciana Barbosa

Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.”

1 Pedro 3.7

Antes de adentrarmos no assunto propriamente dito, gostaria de deixar claro para o leitor que a intenção não é defender o feminismo, antes mostrar o que a Bíblia diz sobre esta. Este artigo é fruto de uma série de palestras em alusão a festividade dos homens (da igreja em que congrego) que teve por tema: Homens perseguindo a masculinidade bíblica. Vejamos agora estas três razões de o porquê que o homem deve honrar sua mulher:

1. Porque ela é a parte mais frágil

Quando Pedro diz que esta é a parte, isso mostra a figura de vaso, então devemos ter em mente que ambos, homem e mulher são vasos, no entanto, a mulher é o vaso mais frágil, no sentido de estrutura, sentimentalmente, etc. Por isso, a necessidade de proteção, cuidado, zelo.

2. Ela é herdeira da mesma graça da vida

Ambos desfrutam das mesmas bênçãos espirituais, isto é, espiritualmente são iguais; em Cristo são iguais em importância, pois tanto ele quanto ela, ambos necessitam da graça de Deus. Na economia do casamento homem e mulher são iguais, porém exercem funções diferentes.

3. Para que as orações não sejam impedidas

Perceba o quanto é importante a maneira como se trata a esposa, pois, a Bíblia nos diz que se o marido não agir assim com a mesma, Deus não houve suas orações. Veja isso no mesmo texto de Pedro no versículo doze:

Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração, mas o rosto do Senhor volta-se contra os que praticam o mal".

Deus se interessa em observar o relacionamento do homem e sua mulher e, quando uma liderança é autoritativa ao ponto de gerar conflito no lar, cortando a relação entre ambos, rompem-se as orações do homem para com Deus. Não adianta adorar a Deus estando em conflito com sua esposa, pois Deus não ouve suas orações, é a Bíblia que nos diz.

A vida no lar deve levar os outros a glorificar a Deus, pois o culto constante de louvor a Deus é a forma como o homem trata sua esposa. O que estou querendo dizer é: Não adianta querer ser espiritual se você grita ou maltrata sua esposa. Lembre-se que a figura do casamento entre o homem e a mulher é a representação de Cristo e a igreja, sendo assim, antes de fazer qualquer coisa para sua esposa pergunte a si mesmo: Cristo faria isso? Falaria isso? Agiria dessa forma?

O padrão para o homem não é outro se não Cristo. O homem bíblico imita a Cristo!

“Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, e apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável”.

Efésios 5:25-27

Nenhum comentário: