1509725595914942

31 de out de 2015

Indicação de livros sobre a Reforma (História e/ou Teologia)


Olá pessoal, hoje é o dia que a Reforma Protestante completa 498 anos. Uau! Quase meio milênio de história e de muita influência no pensamento e na formação do mundo ocidental. Para celebração desta importante data, fizemos aquela velha lista de indicações com livros que abordam questões históricas e/ou teológicas da Reforma. Nas indicações feitas pela nossa equipe, veremos que não foi apenas algo que mudou a teologia, pois, houve desdobramentos em diversas outras áreas do conhecimento. Confira a lista e veja o que você já tem e o que você não tem. Corra para adquirir o que falta em sua biblioteca particular. 

Sola Scriptura, Sola Gratia, Sola Fide, Solus Christus e Soli Deo Gloria.


Morgana Mendonça indica Reforma Ontem, Hoje e Amanhã


Um livro introdutório e bastante motivador, trouxe-me alegria ao ler palavras tão maduras escritas de forma clara e simples. Carl Trueman  o escreveu para uma conferência no Evangelical Theological College, em Wales, 1999. Importante perceber que precisamos de uma criteriosa apropriação da Reforma, "de forma vital para uma igreja saudável", palavras do autor. A reforma tem algo a nos dizer, ela não foi um evento apenas com aplicações no passado, conhecer exatamente o que ela significou em todo seu âmbito, nos levará a um comprometimento maior em colocar Deus, da forma como Ele se revelou em Cristo, no centro da vida e do pensamento da igreja.

Wallace Jaguaribe indica Teologia dos Reformadores


A teologia dos reformadores anda um pouco esquecida e até desconhecida ou abandonada. Este livro traz a tona as verdades de Deus que retiraram a Igreja dos mares sombrios da “Grande Babilônia” da época dos reformadores. Por isto que indico esta obra do Tomothy George.

Alan Rennê indica A Vida e a Morte de João Calvino


A importância da obra em questão reside, principalmente, em seu autor, o primeiro biógrafo do reformador João Calvino, Theodore Beza, que o sucedeu frente à obra da Reforma em Genebra, mais especificamente na Academia daquela cidade. Trata-se de uma leitura imprescindível a todos aqueles que desejam conhecer e se aprofundar na vida e na obra de Calvino.

Richardson Gomes indica Vivendo para Glória de Deus


Esse livro tem a proposta de ser uma introdução à Fé Reformada, mas aborda de uma forma tão completa que qualquer um que lê-lo terá uma sólida base no assunto. Joel Beeke trabalha com as doutrinas essenciais do calvinismo, bem como assuntos centrais aos reformados, abordando de forma resumida, porém clara e eficaz a história, os cinco pontos da TULIP (e como refutar os que se opõem), os cinco solas e, trazendo ótimas aplicações para a vida piedosa prática de crentes, inclusive na área do casamento.

Samuel Alves indica Calvino de A a Z


Neste livro o Rev. Hermisten Costa apresenta o pensamento deste grande reformador e as ideias que levaram Calvino a sistematizar o pensamento teológico da reforma. Por isso o indico.

Thiago Oliveira indica Nascido Escravo


Eis os motivos da minha indicação: 1. Matinho Lutero é o grande nome da Reforma Protestante do século 16. 2. O livro é um resumo do clássico "Escravidão da Vontade". 3. Refuta a base da soteriologia humanista da igreja romana. 4. Trata de um assunto chave do pensamento reformado: depravação total. 5. A editora disponibiliza em PDF gratuitamente (clique aqui).

Thomas Magnum indica Calvino e sua influência no mundo ocidental


Um livro que considero importante para todo aquele que deseja conhecer a história da reforma e seus desdobramentos não somente na Suíça, Alemanha e França, mas também nos países baixos. Uma Obra organizada por W. Stanford Reid e publicada pela editora cultura cristã. É uma leitura imprescindível ao estudante da história da igreja e principalmente quem estuda a Reforma e seus desdobramentos sejam eles - Eclesiológico, Teológico, Social ou Histórico.

Pedro Pamplona indica Justificação Pela Fé Somente


No meio reformado a doutrina da justificação ficou conhecida como artigo pelo qual a igreja permanece ou cai. Sabemos que Romanos 1:17 ("o justo viverá pela fé") teve grande influência na conversão de Lutero e no desdobramento da reforma. Calvino disse que esse era o principal artigo da religião cristã. Esse livro trata de forma direta, profunda e bíblica da doutrina que impulsionou os reformadores. Grandes pastores e teólogos como John MacArthur, R. C. Sproul e Joel Beeke escrevem sobre a doutrina da justificação e seus aspectos reformados, sempre comparando com o catolicismo. Um ótimo livro para nós brasileiros!

Luciana Barbosa indica A Poderosa Fraqueza de John Knox


Neste livro – escrito por Douglas Bond - aprendemos a importância da dependência diária e total da misericórdia e graça de Jesus Cristo. Para aqueles que desejam uma reforma hoje, super-indico, pois, temos que começar esta reforma a partir de nós mesmos, entendendo que nada somos e que tudo concorre para a glória de Deus. Precisamos clamar como John Knox: "dá-me a Escócia".

Dorisvan Cunha indica A Heroica Ousadia de Lutero


Um livro extraordinário, onde o autor, Steven Lawson, aborda o perfil do destemido reformador alemão Martinho Lutero, homem extremamente comprometido com a Verdade do Evangelho e levantado por Deus para protestar contra os abusos da Igreja Católica Medieval. Nesta hora crítica de nossa história, a leitura deste livro pode nos levar àqueles antigos fundamentos que impulsionaram a reforma protestante do Século XVI.

Thiago Azevedo indica O Pensamento de João Calvino


O livro é fruto de um colóquio realizado pela Universidade Mackenzie. Participaram Cláudio Lembo, Hermisten Maia, Ricardo Quadros e Antônio Gouvêia. A abordagem é sobre a influência da reforma protestante, sobretudo o pensamento de Calvino, nas áreas da cultura, educação, trabalho, economia, etc.

Daniel Clós indica Lutero e a Educação


Indico Lutero e a Educação por trabalhar com conceitos pedagógicos e educacionais introduzidos pelo pensamento oriundo da Reforma Protestante. O autor, José Jardilino, demonstra essa influência na educação.

Felipe Duarte indica O Quarteto de Westminster


Para que estas obras - elaboradas por uma exímia comissão, com cerca de cem eruditos, destinada ao serviço e instrução doutrinária - chegassem a nossas mãos, a Assembleia - convocada pelo Parlamento inglês - rendeu mais de mil reuniões durante aproximadamente 6 anos. Tanto que até hoje compõem modelos de fidelidade às Escrituras para a maioria das denominações presbiterianas confessionais. Como foi o didaqué para os pais da Igreja primitiva, assim o é para os estudantes da teologia reformada mundialmente. Desde a coletânea de perguntas e respostas às selecionadas referências bíblicas, estes documentos são o ponto de partida mais influente dentre as confissões protestantes. Portanto, de sugestão, nada mais adequado do que a coleção contendo os catecismos maior e menor, a confissão de fé e o diretório de culto de Westminster.

Nenhum comentário: