1509725595914942

5 de ago de 2015

A Fraude da Preguiça

Por Pedro Pamplona

A preguiça é um mal presente em todas as esferas da vida, mas no trabalho esse pecado parece ser ampliado. O trabalhador brasileiro, apoiado em ideologias e "direitos" têm armado a rede da preguiça em cada local de trabalho. A seguir veremos cinco características do preguiçoso e a triste consequência desse mal social, tudo extraído dos conselhos sábios do livro de Provérbios*. Você se identifica?

1. Não continuidade: O preguiçoso pode ter surtos de produção, e pode até fazer algo durante um desses surtos. Mas ele não se mantém, não persevera na atividade.

“O preguiçoso não assa sua caça, mas o bem precioso do homem é ser diligente”.

Provérbios 21:27

2. Desculpas: Um garoto preguiçoso promete a si mesmo que irá trabalhar quando chegar a hora e o último minuto, mas quando chega o momento de fazer o trabalho ele descobre que algum trabalho preliminar era necessário. Então, agora ele tem uma nova desculpa, mas o tempo em que a desculpa foi criada não altera o resultado.

“Diz o preguiçoso: Um leão está lá fora, serei morto no meio das ruas”.

Provérbios 22:13

3. Tolice: O preguiçoso usa sua conversa tola como uma coroa. Mesmo que seu estilo de vida seja ridículo, e sua tolice aparente a todos em volta, o preguiçoso acha que tem tudo sob controle.

Em todo trabalho há proveito, meras palavras, porém, levam a penúria. Aos sábios a riqueza é coroa, mas a estultícia dos insensatos não passa de estultícia”.

Provérbios 14:23-24

4. Irritação: A preguiça é irritante para os outros. Dois homens terão ideias bem diferentes do que significa ser diligente se um deles é preguiçoso.

“Como vinagre para os dentes e fumaça para os olhos, assim é o preguiçoso para aqueles que o mandam”.

Provérbios 10:26

5. Acomodação: A preguiça liquida o interesse. Preguiça não é descanso, não é preparação para o trabalho. É somente preparação para mais preguiça.

“A preguiça faz cair em profundo sono, e o ocioso vem a padecer fome”.

Provérbios 19:15

A última característica do preguiçoso: O aspecto mais notável da preguiça é a sua conexão com a pressa excessiva e então a fraude. A preguiça é um ponto de partida para a arrogância e a mentira. No Brasil temos um trabalhador que quer trabalhar cada vez menos, que quer sair mais cedo, que deixa o serviço por fazer ou vende produtos de qualquer jeito. Tudo isso aliado com o jeitinho brasileiro e com a mentira para parecer um bom funcionário. A preguiça torna o trabalhador uma fraude ambulante. E para manter a fraude a bola de neve do pecado só aumenta. Essa é uma das raízes da nossa corrupção. Todo trabalhador preguiçoso acaba virando uma fraude, uma mentira.

“Os pensamentos do diligente tendem só para a abundância, porém os de todo apressado, tão-somente para a pobreza. Trabalhar com língua falsa para ajuntar tesouros é vaidade que conduz aqueles que buscam a morte.”

Provérbios 21:5-6

Que Deus tenha misericórdia e nos ajude a deixar esse comportamento pecaminoso para trás. Um trabalhador cristão é um trabalhador diligente e honesto!

"Tudo que te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças."

Eclesiastes 9:10
______________

*Inspirado no livro "Futuros Homens" de Douglas Wilson.

Nenhum comentário: