1509725595914942

21 de jan de 2015

A Ação do Espírito Santo X A Contradição Escandalosa


Por Fernando Carvalho 

“Os fariseus blasfemaram contra o Espírito Santo quando atribuíram a obra Dele ao diabo, (LC 11: 14-15). Mas a moderna blasfêmia contra o Espírito Santo é atribuir ao Espírito Santo as obras do Diabo”.

John F. Macarthur* 

Sem dúvidas queridos irmãos vivemos uma carência de movimento do Espírito Santo nas nossas igrejas. Lógico que me refiro a ação do Espírito Santo que a Bíblia relata e orienta-nos, para que possamos caminhar sob a Sua direção.

Quando olhamos para as Escrituras, vemos que homens cheios do Espírito eram descritos assim, porque as próprias CARACTERÍSTICAS ou PERSONIFICAÇÃO do Espírito Santo habitavam neles.

Seguimos um exemplo: Estevão era um “homem cheio do Espírito Santo” (At 6:5) por que testemunhou diante das autoridades religiosas o chamado de Abraão até Cristo (At 7:2), segundo as Escrituras (escrita por homens cheios do Espírito Santo, o real autor). Alguém cheio do Espírito Santo fala do que provém d’Ele. Age, chora, ora, adora, tudo faz em Espírito e em Verdade!

Vamos a outro exemplo: Tíquico era um homem que O Espírito usava para exercer um ministério característico d’Ele: consolar a igreja de Cristo (Cl 4: 8).

Poderia Citar Barnabé, Simeão e todos os outros que eram identificados como “homens cheios do Espírito de Deus” porque a Sua divina presença agia na personalidade, caráter ações, zelo e tudo que provem da transformação que Ele faz em nós.

HOJE vivemos uma CONTRADIÇÃO ESCANDOLOZA no que diz respeito as ações do Espírito Santo versus de onde provém as ações desse “espírito”’. Deixe-me explicar melhor: as ações desse “espírito”, geralmente provem das pessoas mais confusas na fé e cheias de misticismos que atribuem suas práticas místicas ao mover Aquele que é terceira pessoa da trindade. Todavia, são as que menos tem características d’Ele e são ainda: as piores companhias, péssimos amigos, não consolam a Igreja, causam ansiedade e ambição nas pessoas, com falsas promessas e um caráter distante das Escrituras! São egoístas, mentirosas, que praticam as atitudes características do diabo e atribuem ao Espírito Santo do Senhor!

Isto digo referente aos impactos negativos que esse mover do “espírito “ causa dentro da igreja, quanto mais fora. São casamentos destruídos, ganância por dinheiro, músicas deprimentes, ministérios diabólicos que complicam muito a jornada da igreja e trazem descrédito para aqueles que ainda não foram salvos.

Como pode alguém que se diz ser cheio o Espírito de Deus, andar tão distante do seu fruto conforme o apóstolo Paulo nos indica em Gálatas 5:22,23.? O principal Dom do Espírito é Sua habitação nos que são eleitos. Andemos atentos a que Espírito ou “espírito” tem influenciado a nossa vida e a caminhada da nossa igreja.

No amor de Cristo.
_________________
* Frase extraída deste recomendado sermão: A Blasfêmia Moderna Contra o Espírito Santo

Nenhum comentário: