1509725595914942

23 de set de 2014

Pense Biblicamente



Por Morgana Mendonça dos Santos

Mundo pós-moderno, era do relativismo, tendência idolatra na totalidade das esferas da sociedade. Reinado terreno do hedonismo e pluralismo, todos contra as Escrituras Sagradas. Falar da verdade absoluta é contra indicado, motivo de zombaria e escárnio. As ideologias humanistas nas universidades e o pragmatismo nas igrejas afastam cada vez mais o povo da centralidade das Escrituras. Nesses últimos dias fazendo uma análise geral da minha conta na rede social, percebi como os valores estão invertidos ou deturpados. Grandes embates filosóficos e teológicos tem destruído relacionamentos mais do que dignificado o nome do Senhor. (Tito 3.9)

Basta olhar em nossos murais do feed de notícias, não precisa ser especialista ou pesquisador da ordem interativa, nossos olhos percebem os agraves. Tolos discursos pelos neófitos, por intelectuais “feicebuquianos”, relacionamentos partidos e pessoas bloqueadas, por não usarem ao menos o respeito e a inteligência humilhada (Fp 2.3). Todos dispostos a fazer uso excessivo do argumento ad hominem, tempo desperdiçado e vergonha, ou escândalo para o Reino de Cristo. Estava em um debate sobre a legalização da maconha, cristãos declarando o uso legal e para a glória de Deus, baseando o argumento na criação divina, que "tudo que Deus criou é bom", "Ele criou as ervas, frutos, árvores...", logo, "se a maconha é uma erva, é boa, posso fazer uso". Falacioso não?

Incrível, como a igreja tem sido afetada por todo tipo de filosofias vãs, como tem sido afetado o corpo de Cristo pelo fato de não mais pensar biblicamente. A grande questão é: como pensar biblicamente, se nunca me dediquei no aprendizado das Escrituras? É urgente a necessidade da aplicabilidade das Escrituras nos dias atuais, o prumo escrituristico tem sido desnorteado e os cristãos tem perdido as orientações da bússola. Pensar biblicamente, entender que devemos obedecer a lei moral de Deus, que existe um padrão e devemos nos submeter. O relativismo e o liberalismo tem devastado a mente e corrompido o comportamento dos cristãos pós-modernos.

Muitos utilizando do argumento da criação, vivem desordenadamente. "Deus criou o sexo, e tudo que Deus criou é bom, então posso desfrutar!" Sim, Deus criou todas as coisas, mas existe o tempo e o modo como isso deve ser aproveitado para que tenhamos satisfação plena. Quando a carteira de motorista é emitida, dando assim a liberdade de tráfego, existem leis e normas que não podem ser descumpridas, a multa existe em caso de descumprimento da lei. O padrão divino foi estabelecido pelo próprio Criador, não pode ser desvalorizado, na verdade não é passageiro. As palavras permanecem para sempre.

Na história da reforma, a ênfase "Sola Scriptura" teve seu papel fundamental em seu tempo, mas essa declaração antes de ser do reformador Martinho Lutero, é bíblica e eficaz. Somente as Escrituras devem nortear nossas vidas, a base de todas as decisões e comportamentos, a ética e a moral, no que diz respeito a todas as coisas deve ser "Sola Scriptura". Toda a Escritura deve renovar a nossa mente, uma mente cativa e um coração devoto as Escrituras Sagradas podem sim, trazer um novo tempo para a Igreja Brasileira. A milícia está formada contra as Escrituras, o distanciamento da Palavra de Deus é o reflexo, causado pela negligência das disciplinas espirituais.

As Escrituras de forma infalível, inerrante e suficiente testificam de si mesma:

"Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra".

2 Timóteo 3.16-17

O apóstolo Paulo, inspirado divinamente declara:

"E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus".

Romanos 12.2

"Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;"

Colossenses 2.8

O próprio Cristo declara a natureza da sua palavra de forma absoluta: 

"Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade". 

João 17.17

Aqui, é nítido que somente as Escrituras deve ter a primazia sobre todas as coisas, única verdade, somente e toda as Escrituras. O zelo e amor pelas Escrituras Sagradas deve ser alimentado pela própria palavra de Deus em nós.

"Oh! quanto amo a tua lei! ela é a minha meditação o dia todo."

Salmos 119.97

Podemos pensar, temos uma fé racional, um culto racional, crer também é pensar (Stott), no entanto pensar biblicamente é nosso dever! O autor de hebreus declara sobre essa verdade algo de grande valor: 

"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração."

Hebreus 4.12

A conclusão deve ser portanto um alerta, um aviso urgente. Sobre tudo que tem acontecido nos últimos dias, sobre guerra de Israel e Palestina, sobre templo de Salomão (parece brincadeira mas não é), sobre eleições 2014, sobre tigre que morde criança, sobre perseguições e mortes aos cristãos, epidemias com possibilidade de ter efeito mundial, sobre tudo isso, começar pensando bíblicamente é o ponto chave! Não use a força do argumento, não force os textos bíblicos, não pule a grade do perigo eminente, não abandone as disciplinas espirituais como oração, jejum, meditação nas Escrituras. Renove sua mente pela palavra da verdade!

Soli Deo Glória, Rm 11.36.