1509725595914942

13 de set de 2014

Quem foi João Calvino? (2/3)

Por Sam Storms 

Calvino passou os dois anos seguintes como estudante e evangelista errante. Ele se estabeleceu em Basileia, com a esperança de passar a sua vida ali estudando tranquilamente. Foi onde ele começou a escrever as suas Institutas da Religião Cristã sob o nome falso de Marianius Lucanius - para evitar a notoriedade ou a perseguição. Em Março de 1536, a primeira edição, que continha apenas 6 capítulos estava pronta para a publicação. Ele se tornou famoso da noite para o dia. 

Calvino retornou a Paris em 1536 para resolver algumas questões financeiras antigas. Ele decidiu ir dali para Estrasburgo para se tornar um estudioso, mas como explicou mais tarde, "Deus me empurrou para dentro do jogo!" Sua jornada de retorno sofreu um desvio para Genebra por força da guerra então travada entre Francisco I e Carlos V. Um velho amigo, du Tillet, o reconheceu no hotel e informou imediatamente a Willian Farel (1489-1565). O encontro que se seguiu entre Calvino e Farel é certamente um dos mais dramáticos e importantes da História.

Ao chegar a Genebra, Calvino começou a lecionar sobre as epístolas paulinas, redigiu uma constituição para a igreja, introduziu o canto congregacional de salmos, escreveu uma confissão de fé e um catecismo para as crianças, e insistiu na observância semanal da Ceia do Senhor (mas, no fim, teve que se contentar com a observância mensal). O problema surgiu quando ele e Farel procuraram administrar a igreja e também a disciplina civil. Os dois foram literalmente chutados para fora da cidade em Abril de 1538.

Calvino estava determinado a voltar para Basileia e retomar seus estudos, mas Martin Bucer, que fora conquistado pela Reforma ao ouvir Lutero no debate de Leipzig, o convenceu a ir para Estrasburgo.

Em Estrasburgo, Calvino ensinou teologia e treinou candidatos ao ministério, enquanto trabalhava em uma revisão das Institutas e escrevia um comentário sobre Romanos. Ele também pastoreou a igreja local e estava convencido de que Estrasburgo seria a sua morada permanente. Finalmente, em 1540, ele se casou com a viúva Idelette de Bure, que trouxe com ela dois filhos de um casamento anterior - seu primeiro batista era um anabatista que Calvino levara ao Senhor. Ela morreu em 1549. Eles tiveram 3 filhos, todos os quais morreram na infância.
___________________
Extraído do livro Escolhidos: Uma Exposição da Doutrina da Eleição.
Compre aqui o seu, recomendamos.